Sem alvará, fábrica de ração é interditada pela prefeitura em São Carlos, SP

Fumaça liberada pelo local estava preocupando os moradores do Jardim Tangará e abaixo-assinado foi feito. Responsáveis não foram localizados.

fábrica de ração foi interditada nesta quarta-feira (22), em São Carlos (SP), pois funcionava sem alvará da prefeitura e da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb). A fumaça liberada no local incomodava os moradores do Jardim Tangará e gerou até abaixo-assinado.

Segundo os moradores, toda tarde a fábrica soltava uma fumaça amarela e densa. A cozinheira Silvia Aparecida Nicoletti suportou durante três dias o transtorno. Ela faz quimioterapia e teve falta de ar. O chão do quintal dela chegou a ficar forrado de pó. “Senti um cheiro de queimada mesmo. Eu sai aqui fora e ar estava com um farelo marrom e estava caindo tudo no quintal”, disse.

A dona de casa Marta Contador também mora a poucos metros da indústria. Ela tem problemas cardíacos e ficou com medo da fumaça ser tóxica. “O pó vinha para a casa da gente, para o bairro Itamaraty”, disse.

Fábrica interditada emitia fumaça com pó em São Carlos (Foto: Rodrigo Sargaço/ EPTV)Fábrica interditada emitia fumaça com pó em São Carlos (Foto: Rodrigo Sargaço/ EPTV)

Fábrica interditada emitia fumaça com pó em São Carlos (Foto: Rodrigo Sargaço/ EPTV)

A filha do técnico em eletrônica André Moment teve que ir pro hospital por causa da poluição. “Tomou medicamento durante uma semana. Voltou a tosse de novo essa semana. A gente fica com a garganta amarga e o nariz ardendo. Está prejudicando a gente”, afirmou.

Segundo a secretaria de Habitação, a indústria começou a funcionar na semana passada no Jardim Tangará para testes. Depois da denúncia dos moradores, fiscais foram até a fábrica de ração e descobriram que o lugar não tinha alvará de funcionamento da prefeitura, do Corpo de Bombeiros, da Vigilância Sanitária e da Cetesb. Ela foi fechada até a regularização dos documentos.

“Os donos alegaram que é a falta de um filtro numa máquina e esse problema vai ser solucionado rapidamente”, afirmou o chefe de fiscalização da Secretaria de Habitação, Rodolfo Penela.

Abaixo-assinado

Os moradores fizeram um abaixo-assinado e, mesmo se a indústria regularizar a situação, ele pedem que ela funcione em outra área. “Tem local mais apropriado para colocar essas empresas, em distrito. É a saúde das pessoas que está em risco”, afirmou o aposentado João Carlos Contador

A prefeitura disse que assim que receber o abaixo-assinado vai analisar o pedido. A reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, foi até a empresa, mas foi informada que não havia ninguém para falar sobre o assunto. contato com o responsável pela empresa, mas não teve retorno.

Moradores fizeram abaixo-assinado para mudança do local da empresa em São Carlos (Foto: Rodrigo Sargaço/ EPTV)

Moradores fizeram abaixo-assinado para mudança do local da empresa em São Carlos (Foto: Rodrigo Sargaço/ EPTV)

Fonte: G1.Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.