Produção de alimentos e bebidas cresce 2,7% no semestre

Indústria conseguiu compensar “queda histórica” nas vendas para o setor de food service. A indústria brasileira de alimentos e bebidas cresceu no primeiro semestre, apesar da crise provocada pela pandemia de covid-19. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), na comparação com o primeiro semestre de 2019, o faturamento avançou 0,8% e a produção física, 2,7%.

Ainda de acordo como o comunicado da entidade, o setor registrou expansão de 0,6% nas contratações com carteira assinada no período, abrindo 10,3 mil vagas.

Daniel Wainstein/Valor

As exportações de alimentos industrializados cresceram 12,8% em relação ao valor verificado na primeira metade do ano passado. Os produtos de maior destaque nas vendas em dólares foram as carnes (13,3%), os óleos e gorduras (30%) e o açúcar (48%).

As vendas acumuladas para o setor de food service (restaurantes, bares, lanchonetes, serviços de alimentação nos hotéis, navios e aviões e lojas de conveniência) tiveram redução de 29,5% entre janeiro e junho, “uma queda histórica”, segundo a Abia.

A covid-19 trouxe aumento de custos à indústria no primeiro semestre. “A estimativa da Abia é de um custo médio adicional de produção de 4,8%”, informou a entidade.

Fonte: Yahoo Finanças

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.