Preço do milho abre a semana subindo no Brasil

      Nenhum comentário em Preço do milho abre a semana subindo no Brasil

A segunda-feira (28) chega ao final com os preços do milho valorizados no mercado físico brasileiro. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, não foram percebidas desvalorizações em nenhuma das praças.

Já as altas apareceram em Pato Branco/PR (0,91% e preço de R$ 55,20), Marechal Cândido Rondon/PR e Ubiratã/PR (0,93% e preço de R$ 54,00), Cafelândia/PR (0,94% e preço de R$ 53,50), Eldorado/MS (0,97% e preço de R$ 51,80), Panambi/RS (1,76% e preço de R$ 59,04), Não-Me-Toque/RS (1,77% e preço de R$ 57,50), Cândido Mota/SP (1,83% e preço de R$ 55,50) e Cascavel/PR (1,89% e preço de R$ 54,00).

Confira como ficaram todas as cotações nesta segunda-feira

De acordo com o reporte diário da Radar Investimentos, O mercado físico do milho teve dias mais estressados na semana anterior. “A alta do dólar puxou os negócios para o porto e reduziu o volume ofertado do cereal no interior do estado. Isto deu força às cotações”.

Ainda nesta segunda-feira, o Cepea divulgou sua nota semanal apontando que, “os valores do milho voltaram a subir na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, influenciados pela maior demanda, especialmente nos portos. Além disso, vendedores seguem firmes nos preços, na perspectiva de continuidade das altas”.

Nesse cenário, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (base Campinas – SP) avançou 6,8% entre 18 e 25 de setembro, voltando a atingir recorde nominal da série do Cepea (iniciada em 2004), ao fechar a R$ 62,45/saca de 60 kg na sexta-feira, 25. Já o maior valor real, ou seja, considerando-se os efeitos da inflação, foi verificado em dezembro de 2007, quando a média foi de R$ 76,11/sc (as médias mensais foram deflacionadas pelo IGP-DI de agosto/20).

B3

Os preços futuros do milho operaram em alta durante toda a segunda-feira na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 2,12% e 2,77% por volta das 16h21 (horário de Brasília).

Fonte: Noticias Agrícolas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.