Piauí se torna o 14º maior produtor de peixes do Brasil

O Piauí foi destaque no Anuário 2020 Peixe BR da Piscicultura que ressalta, entre outros pontos da produção de peixes no país, o crescimento da atividade. Segundo a publicação, a piscicultura no Piauí enfrenta um período de estabilidade e, mesmo com a recessão brasileira, registrou um crescimento de 3% na produção de peixes em 2019, atingindo 19.890 toneladas.

A produção do Piauí, em 2019, por espécies, foi: 7.544 toneladas de tilápia, 9.217 toneladas de tambaqui e seus híbridos e 3.129 toneladas de outras espécies como surubim, piau, curimatã, panga e carpa, sendo o Piauí o 4º maior produtor nacional, nesta última categoria.

O Anuário 2000 Peixe BR informou que o Piauí é o 14º maior produtor de peixes do Brasil e o 4º maior produtor de peixes do Nordeste, abaixo no ranking apenas do Maranhão,  Bahia e Pernambuco.

A Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), por meio da Superintendência de Programas para Agricultura Familiar e da Diretoria de Fomento à Piscicultura, colocam como um dos desafios prioritários a comercialização da produção familiar, principalmente neste período e no pós-pandemia. A superintendente dos Programas da Agricultura Familiar, Patrícia Vasconcelos, informa que são muitas as ações previstas no Plano Estadual de Aquicultura (2019/2023), dentre as prioritárias, o apoio com a construção e estruturação com equipamentos de Unidades Básicas de Processamentos de Pescado (UBPP).

“Esta é uma demanda dos piscicultores que foi apresentada ao governo em 2019 através do Conselho de Desenvolvimento Territorial Sustentável do Entre Rios (CDTS – Entre Rios) com apoio da câmara setorial de piscicultura do estado”, explicou.

O diretor de Fomento à Piscicultura, Luciano Sousa, informa que a proposta já está em fase avançada sendo que os projetos básico e executivo foram concluídos. O processo de licitação das obras está em andamento, mesmo no período de pandemia. Da mesma forma, o processo de licitação para compra de equipamentos para o funcionamento da UBPP está pronto.

Este projeto prevê a construção de uma estrutura industrial com 70m² e outra de apoio com 29,25 m², instalados em uma área de um hectare com capacidade de beneficiamento de duas toneladas de pescado por dia, situada em Demerval Lobão, no Território Entre Rios. A escolha do local foi definida em plenária pelo CDTS – Entre Rios.

A localização é estratégica, por estar situada a 35 km de distância do maior centro consumidor do estado Teresina e pela proximidade que estará dos  piscicultores dos outros municípios.

O secretário estadual de Agricultura Familiar, Hérbert Buenos, ressalta que o Governo do Estado está atento ao que está acontecendo na cadeia da piscicultura e busca alternativas para contribuir com a manutenção e desenvolvimento da atividade.

Hérbert Buenos Aires afirmou que é de grande  importância a contribuição de todos os parceiros que estão atuando nas ações da piscicultura, por meio da participação das discussões dentro da câmara setorial de piscicultura Estado.

Fonte: Meio Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.