Brasil é o 3º país que mais consome carne no mundo

Mesmo com a disparada do preço, alimento segue valorizado e continua sendo motivo de preocupação ambiental

O resultado do levantamento que apontou que o Brasil é o 3º país que mais come carne no mundo, realizado pela plataforma CupomValido.com.br com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), não chegou a surpreender a nutricionista Natália Lopes. “O consumo de carne tem um aspecto social e cultural importante”, avalia a pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora do portal Nutritotal.Segundo ela, o alimento foi trazido pra cá pelos europeus, então acabou vinculado a um status de poder e nobreza. “Cabe mencionar também que alguns dos pratos mais tradicionais da cultura brasileira envolvem a carne, como o churrasco”, destaca Natália.

O estudo projeta uma ingestão ainda mais expressiva para 2030, de 43,7 quilos por pessoa ao ano — algo preocupante, na visão da nutricionista. “Seria o mesmo que dizer que cada um comerá ao menos 120 gramas de carne por dia”, calcula.

O recomendado, segundo o Ministério da Saúde, são cerca de 70g por dia, incluindo ainda frango e peixe. Só que, de acordo com ela, precisamos levar em conta que o maior consumo de um alimento diminui a participação de outros na rotina. Logo, bife extra significa uma redução na escolha de peixes e outras carnes brancas, leguminosas e as demais fontes de proteína vegetal.

Aí é monotonia na certa. E até alguns riscos, já que o excesso de carne vermelha está ligado a problemas de saúde. Para a nutricionista, a palavra de ordem é uma só: moderação.

Exagero afeta sua saúde e a do planeta

Estudo após estudo, o consumo elevado de carne é ligado a encrencas…

Para o seu corpo: A gordura saturada da carne está particularmente relacionada com o ganho de peso e doenças cardiovasculares. Suspeita-se também de maior risco de câncer e Alzheimer.

Para o meio ambiente: Hoje, a criação de gado ocorre às custas de desmatamento. Com as florestas no chão, uma quantidade elevada de gases do efeito estufa é lançada à atmosfera. Aí o planeta esquenta.

Onde mora o perigo

Por que não dá para abusar da carne vermelha:

O tipo de gordura: O alimento é abastecido de uma versão conhecida como saturada, cujo excesso maltrata o organismo de várias maneiras.

O preparo: Passar do ponto no grelhado ou churrasco culmina nas aminas heterocíclicas, moléculas de potencial carcinogênico.

O processamento: Carnes que passam por salga e cura, a exemplo de bacon e salsicha, ganham substâncias ardilosas, envolvidas no surgimento do câncer.

Os maiores (e menores) consumidores de carne do mundo

os maiores consumidores de carne do mundo
Foto: Christine von Diepenbroekt – Getty Images / Gráficos: Letícia Raposo/SAÚDE é VitalFonte: Saúde Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.